Idosos beneficiados por Prestação Continuada devem se recadastrar

Ação vem sendo executada pela Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos

por CLOVES TEODORICO

21 de setembro de 2017

Os idosos garanhuenses contemplados pelo Benefício da Prestação Continuada (BPC) devem procurar o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) mais próximo de sua residência para realizar a atualização no sistema do Cadastro Único (CadÚnico), do governo federal. A ação é uma exigência do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA) e, em sua primeira etapa, deve ser encerrada até o final deste ano.

Servidores da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH) foram treinados para atender a demanda. A indicação da Secretaria é que os beneficiários dos programas informados busquem um do Cras’s o quanto antes. O município estabeleceu como meta finalizar esta etapa até o mês de outubro. A ideia é que em 2018 a ação permaneça, mas com outro público-alvo. De acordo com o MDSA, caso o beneficiário não passe pelo recadastramento, terá seu benefício suspenso.

Além de manter o BPC, a inscrição no CadÚnico permite o acesso a outros programas sociais, como Tarifa Social de Energia Elétrica e a Carteira do Idoso. “Quem ainda não realizou esse cadastro, tem que comparecer no cras mais próximo e agendar seu atendimento. Sem esquecer de levar seus documentos e os documentos das pessoas que residem no mesmo local”, reforça da titular da pasta, Maria Célia Sobral.

Confira, abaixo, os detalhes dos centros de atendimento:

Cras Bela Vista: Rua Radialista Flauberto Elias, 1040 – Bela Vista;

Cras Boa Vista: Rua Vereador João Bezerra Sobrinho, 147 – Boa Vista;

Cras Várzea: Rua Oscar Francisco, 59 – Várzea;

Cras Magano: Rua São Pedro, 1035 – Magano;

Cras Heliópolis: Rua Manoel Pessoa Juvenal, 200 – Indiano;

Cras Quilombo: Sítio Castainho, 210 – Castainho.

Imagens: Divulgação SASDH